Himalaia

(Jorge Vercillo | Paulo Cesar Feital)

O mundo inteiro
Está guardado em mim
De Sarajevo aos templos de Pequim
Não tenha medo de amar e ser feliz,
É o segredo divino do aprendiz

Quero andar nas ruas que há em mim,
Conhecer esquinas do coração,
Desabar nos próprios botequins
Nos subúrbios da iluminação

Na leveza do ser a beleza é voar
O Himalaia, o Himalaia, o Himalaia, o Himalaia,
O Himalaia inteiro

Alquimia é reter as montanhas no olhar,
O Himalaia, o Himalaia, o Himalaia, o Himalaia,
O Himalaia inteiro

O mundo inteiro está mudado em mim
Desde Soweto aos muros de Berlim
Não tenha medo mudar é ser feliz,
É a terceira visão de um aprendiz

Sou um rio das mágoas que há em mim,
Cachoeira que desaba no mar,
Oceano das vidas que vivi
E de outras que virei navegar

Na leveza do ser a beleza é voar
O Himalaia, o Himalaia, o Himalaia, o Himalaia,
O Himalaia inteiro

Alquimia é reter as montanhas no olhar,
O Himalaia, o Himalaia, o Himalaia, o Himalaia,
O Himalaia inteiro