Diamante

(Vevé Calasans | Dito)

Meu Deus
Diamantes são raros demais
São eternos que nem oração
Tem a força da guerra e da paz
Meu Deus
Diamante é a gestação
É a criança que em formação
Nossa mãe natureza nos traz

Na voz
Das estrelas do nosso país
Diamante se sente feliz
Cintilando na voz da Elis
Lapidando o som
Espelhando a poesia
Amante terno, brilhante dom

Meu Deus
Diamante é o som de Caymmi
Que a brancura do cabelo exprime
O segredo das ondas do mar

Meu Deus
Diamante é um ator de cinema
Que faz do seu papel um poema
Aprendendo e ensinado a amar

Na voz
Das notícias que correm o país
Diamante é um povo feliz
Diamante quer se libertar
Diamante é o dom da verdade
Diamante é o dom do saber
Diamante é a felicidade
Diamante é saber perder
Diamante é o cego que vê
Diamante sou eu e você